Clube Austral

PortugueseEnglishSpanishRussian

Acompanhe nossas
Redes Sociais

PortugueseEnglishSpanishRussian

Leão da América Central

Os últimos anos tem sido difíceis para a América Latina. A economia está piorando, a violência aumentando, a qualidade de vida caindo de maneira acelerada e a Esquerda Progressista e Globalista aos poucos tem conquistado o controle de mais e mais nações, incluindo Argentina, Colômbia, Peru e até mesmo o Brasil.

Todavia ainda existem bastiões de liberdade, responsabilidade e sanidade, sendo um deles o pequeno país caribenho de El Salvador que sob a liderança de Nayib Bukele tem se destacado como uma força nadando contra a maré: crescendo enquanto os outros caem, avançando em importantes pontos sociais e econômicos enquanto os outros se degradam. Com uma administração eficiente e competente o Presidente Bukele é um exemplo para os líderes latinos, tendo mostrado que mudanças profundas e verdadeiras são possíveis para aqueles com coragem de assumir os riscos e lutar pelo que acreditam em nome de seu povo.

Enquanto alguns líderes e parlamentares de diferentes país e espectros políticos tentem regular as criptomoedas — algo impossível de se fazer, mas que os senhores engravatados de 60, 70 anos jamais entenderão. — o governo de Bukele trouxe os bitcoins para o coração da economia nacional, tornando El Salvador o primeiro país do mundo à tê-la como uma de suas moedas oficiais, aceita em todos os tipos de transações. Essa decisão mostra o entendimento de um mundo passando por rápidas mudanças e que aqueles apegados aos antigos paradigmas do século XX jamais serão capazes de encontrar sucesso na loucura que se tornou o século XXI.

Outra grande problema que a América Latina toda enfrenta é a violência e criminalidade, especialmente aquela liderada por gangues que atuam como forças paralelas dentro do Estado, possuindo seu próprio esquema econômico e, às vezes, até sistema de justiça com códigos e “mandamentos” que devem ser seguidos por todos aqueles que vivem nos territórios controlados por tais facções, sejam eles membros ou não.

Dito isso é preciso, novamente, ressaltar o sucesso que El Salvador vem tendo em seu plano de se tornar um pais moderno, estável e próspero. Esse plano, a propósito, se chama Plano de Controle Territorial e recentemente entrou em sua quinta fase, marcada por uma ação gigantesca que envolveu mais de dez mil agentes de segurança, incluindo policiais e soldados.

Sem medo dos ataques da mídia, sem se intimidar pela pressão de ONGS dos “Direitos Humanos” e com amplo apoio popular o Presidente Bukele tem colocado as coisas nos eixos e melhorado a vida de todos os el salvadorenhos honrados que desejam vidas seguras e prósperas. Esse desejo se mostrou cada vez mais possível nos últimos anos, com a prisão de mais de sessenta mil criminosos que serão alocados nas novas prisões de alta segurança, com uma com a capacidade para quarenta mil criminosos tendo sido recentemente concluída e pronta para manter encarcerada os elementos que ameaçam a vida e tranquilidade do povo.

Com a liderança de Bukele o exército e a polícia se transformaram em forças de segurança competentes e eficazes que das atrás colocaram a cidade de Soyapango sob cerco, dedicados a sufocar o maior bastidão da perigosa e poderosa gangue MS-13 que, num passado não muito distante,  foi uma das gangues mais poderosas da América Latina, mas que agora lutam para continuar operando. Alguns podem dizer que tamanha demonstração de força é um exagero por parte do governo, mas não é isso que pensam mais de 75% dos el salvadorenhos que apoio as ações do governo Bukele no combate à violência.

Novamente, isso é um exemplo para todos os líderes do continente, uma demonstração que com coragem, determinação e competência é possível fazer uma mudança verdade.

Formado em Direito pela Universidade Federal de Pelotas, se dedica principalmente ao estudo…